Uma combinação de Astragalus+Ginseng e creatina tem efeitos mais positivos do que a creatina sozinha. Cientistas esportivos da Universidade Estadual de Wichita, EUA, descobriram isso quando deram um suplemento patenteado que continha creatina, Astragalus membranaceus e Ginseng coreano e americano, a um grupo de pessoas com idades acima dos 55 anos ao mesmo tempo que faziam musculação.

O suplemento estudado foi criado por David Tuttle. Em 1997, Tuttle publicou o livro “Creatine, Nature’s Muscle Builder” sobre creatina, em conjunto com o especialista em suplementos, Ray Sahelian. No mesmo ano, Tuttle apresentou um pedido de patente para um suplemento de creatina que também continha Astragalus e Ginseng, alegando que levaria a melhores resultados do que somente a creatina.

Um ano mais tarde, Tuttle apresentou novamente um pedido de patente para o mesmo suplemento, mas desta vez alegou que a combinação que tinha inventado, também iria fortalecer o sistema imunitário.

Resultados do estudo

Em 2006, pesquisadores americanos publicaram os resultados de um estudo patrocinado por Tuttle, no qual este suplemento foi testado em 44 homens e mulheres com idades entre 55 e 84 anos. Os indivíduos eram saudáveis e estavam preparados para fazer treinos de força 3 vezes por semana, durante 3 meses. Os indivíduos faziam um treino completo em cada sessão, que consistia nos seguintes exercícios: supino, costas, bíceps, leg-press, extensão e flexão de pernas. Para cada exercício faziam 3 séries de 8 a 12 repetições.

Os pesquisadores dividiram os indivíduos em 3 grupos. Um dos grupos tomou placebo, outro tomou 3g diárias de creatina e o terceiro grupo tomou a combinação de suplementos de Tuttle. O último grupo consumia diariamente 3g de creatina, 750mg de Astragalus membranaceus, 450mg de Panax ginseng e 300mg Panax quinquefolius. Os indivíduos tomavam as cápsulas no café-da-manhã, no almoço e no jantar.

Durante as 12 semanas da experiência, todos os homens e mulheres ganharam força. O grupo da creatina ganhou mais força que o do placebo, e o grupo da creatina, Astragalus e Ginseng ganhou ainda mais força que o grupo da creatina.

Como ganhar força- Suplementos creatina

A figura acima mostra o aumento da força máxima (1RM) em cada um dos 3 grupos.

O grupo que tomou a combinação de Astragalus, Ginseng e creatina também perdeu uma quantidade de gordura estatisticamente mais significativa que grupo da creatina.

Astragalus, Ginseng e creatina ajuda à perda de gordura

A redução de massa gorda foi evidenciada, pelo que os pesquisadores viram quando analisaram o sangue dos indivíduos. No grupo da combinação de Astragalus, Ginseg e creatina, os níveis de VLDL e triglicérides baixaram consideravelmente. Isto é muito bom para a saúde cardiovascular.

Saúde cardiovascular - Aumento da queima de gordura - Creatina

Astragalus membranaceus é um suplemento que contém este extrato, que melhora a capacidade de resistência dos ratos. Isto acontece provavelmente porque o Astragalus potencializa a atividade do transportador de glicose GLUT 4 nas células musculares e possivelmente porque também leva a um aumento da queima de gordura.

Conclusão

Os cientistas concluíram que “os dados sugerem que adultos mais velhos que participem num programa de treino de força, podem obter benefícios psicológicos e de saúde, incluindo níveis de colesterol mais baixos […] se consumirem creatina, em conjunto com um extrato botânico de Panax ginseng, Panax quinquefolius e Astragalus membranaceus”. “É necessário pesquisar mais sobre o uso da creatina como recurso ergogênico e anabólico, assim como sobre a capacidade de o Ginseng e o Astragalus atuarem como agentes hipolipidêmicos em adulto mais velhos.”