As creatinas são dos suplementos mais procurados por atletas de diversos desportos e praticantes de musculação. Podemos dizer que são dos mais populares entre os suplementos de nutrição esportiva. No entanto, é preciso não esquecer que existem outros suplementos não tão populares, mas de igual importância. Por exemplo, os suplementos destinados à desintoxicação do fígado. Este artigo tem como objectivo alertar para a importância do fígado no universo da suplementação esportiva.

O fígado é um dos quatro principais órgãos que eliminam as toxinas do corpo (os restantes são os rins, o intestino e a pele). O fígado está presente em praticamente todos os processos metabólicos do nosso corpo, desde o processo digestivo, passando pela libertação da glicose e a síntese da proteína, até à eliminação de toxinas (que surgem devido a vários factores – tabaco, álcool, fast food, poluição).

 

 

Função do fígado

O fígado é o primeiro grande obstáculo de muitas destas toxinas. O fígado, quando saudável, preserva e mantém o bom funcionamento do organismo, protegendo o sistema imunitário e eliminando os riscos de várias doenças que resultam de uma desintoxicação lenta do organismo. Quando o fígado não é saudável, as consequências podem ser: má performance esportiva, promoção da obesidade, envelhecimento precoce, aparecimento de várias doenças degenerativas, etc.

Importância do fígado para os esportistas

Nos atletas, o fígado tem ainda mais importância pelo facto do metabolismo ser acelerado, factor que potencia a metabolização dos açucares, logo um maior aumento da produção de toxinas. Para além disso, para os consumidores de suplementos desportivos, o fígado é preponderante para aumentar a absorção dos suplementos. Ao eliminar as toxinas do organismo e desintoxicar o fígado, este vai poder receber de forma mais eficaz os suplementos que consome para ajudar a atingir os seus objectivos (seja queimar gordura, aumentar massa muscular ou aumentar performance).

O que acontece muitas vezes é que o fígado oferece resistência e não consegue metabolizar os suplementos (e os alimentos também) e os resultados tardam a aparecer, se é que chegam a aparecer.

É aconselhado consumir um suplemento próprio para desintoxicação do fígado, juntamente com o seu suplemento habitual de creatina.